Baile Partimcundum

De a

SÁB E DOM / 16H

ingressos

Home Sem Gênero Baile Partimcundum

Aos 9 anos, quando Isabel saiu sozinha pela primeira vez, o lugar escolhido por ela para ir foi uma livraria. Agora, aos 12 anos, sua paixão por livros não diminuiu e, em meio às histórias que lê, acaba descobrindo o primeiro amor no príncipe Alexandre, o menino que nasceu de um raio que veio do céu. Inspirado nas canções da obra “Partimpim 2”, da cantora e compositora Adriana Calcanhotto, o musical infantojuvenil “Baile Partimcundum” dá continuidade ao projeto iniciado com o espetáculo “Lá Dentro Tem Coisa” (2017), idealizado pelo ator e empreendedor cultural Felipe Heráclito Lima.
Com dramaturgia de Adriana Falcão e Matheus Torreão, a peça estreia em 2 de novembro (sessões aos sábados e domingos, às 16h, até 1º de dezembro) no Teatro XP Investimentos. A direção é de Inez Viana, Mariana Lima e Renato Linhares.
O enredo foi criado a partir das músicas do disco “Partimpim Dois”. Assim como em “Lá Dentro Tem Coisa”, Isabel é o fio condutor dessa nova história. Aqui, a menina cuja paixão por livros permanece latente, tem duas mães e descobre-se apaixonada por Alexandre, o herói um pouco inseguro e um tanto misterioso de uma das histórias que leu. “As crianças de hoje estão tão ligadas em aparelhos
eletrônicos, e os pais ficam preocupados com isso. Mas as mães da Isabel ficam preocupadas porque ela está completamente enlouquecida por livros. A peça brinca com essa inversão”, conta Adriana Falcão, que assina a dramaturgia em
parceria com Matheus Torreão. O universo da peça transita entre a casa de Isabel e Reino do Partimcundum, onde vive o príncipe Alexandre. Certa noite, a menina é surpreendida pelo cavalo Aristócrates, fiel escudeiro do príncipe Alexandre, na janela do seu
quarto, com um pedido de ajuda para encontrar o jovem nobre, que sumiu no dia de sua coroação – e o Leão é o principal suspeito de tê-lo raptado. Isabel, então, aceita ir para o Reino Partimcundum com Aristócrates em busca do príncipe desaparecido. A partir desse momento, ela entra no livro e passa a contar essa história junto com os personagens, passando, em meio a sua
aventura, pelo mágico Poço de Partimcundum, onde todos os desejos se realizam, o Bosque das Alfaces e a Toca do Leão.
Idealizador do projeto, Felipe Heráclito Lima ressalta a importância de levar para a cena infanto-juvenil temas como o primeiro amor e as novas formações familiares. “Como é se apaixonar por um personagem inventado, que só existe no mundo da imaginação? De uma certa forma, quando a gente se apaixona por uma pessoa, a gente também fantasia, vai colocando nela os adjetivos que a
gente projeta”, acredita. “A família está mudando, não se pode mais restringi-la a uma configuração heteronormativa. Isso é colocado na peça de uma maneira muito sutil.”

O elenco de atores-cantores é formado por Caju Bezerra, Felipe Rocha, Léo Bahia, Polly Marinho, Thaís Belchior e Thiago Catarino. Acompanhados do músico Nelson Freitas (piano e acordeom), eles cantam ao vivo nove músicas, sendo sete do disco “Partimpim Dois” (2009). Com novos arranjos criados pelo diretor musical Felipe Habib, as canções pontuam a aventura de Isabel pelo
Reino Partimcundum. São elas: “Alexandre”, “Ringtone de Amor”, “Alface”, “O Homem Deu Nome a Todos os Animais”, Menina, Menino”, “O Trenzinho do Caipira” e “Baile Partimcundum”. Criado pelo Estúdio Chão em parceria com Julia Deccache, o cenário evoca a ideia de que as coisas são efêmeras. O universo do camping está em cena com objetos reais – uma barraca, cadeiras de praia e utensílios de cozinha – que transitam de uma cena para outra, ganhando novas funções. Com diferentes estampas e cores, os figurinos remetem a uma grande brincadeira surrealista. A figurinista Karen Bustollin buscou no ambiente da casa e da família o ponto de
partida para a criação das peças. “Para a criança, a roupa se transforma e tudo é possível. Com um lençol, ela pode virar um herói”, diz. A maior parte das peças são originais de figurinos de cinema dos anos 60 e 80. “É importante darmos
valor a esse reaproveitamento”.

ROTEIRO MUSICAL
Alexandre
Ringtone de Amor
Alface
O homem deu nome a todos os animais
Menina, menino
O Trenzinho do caipira
Baile Partimcundum

FICHA TÉCNICA
Elenco: Caju Bezerra, Felipe Rocha, Léo Bahia, Polly Marinho, Thaís Belchior e
Thiago Catarino
Músico: Nelson Freitas (piano e acordeom)
Idealização: Felipe Heráclito Lima
Dramaturgia: Adriana Falcão e Matheus Torreão
Direção:  Inez Viana, Mariana Lima e Renato Linhares
Colaboração artística: Cristina Moura
Direção Musical e Arranjos: Felipe Habib
Direção assistente: Carolina Cony
Assistente de Direção Musical e coarranjador: Nelson Freitas
Realização: A Coisa Toda e Sevenx Produções
Cenário: Estúdio Chão + Julia Deccache
Figurinos: Karen Bustollin
Luz: Bernardo Lorga
Desenho de Som: Branco Ferreira
Programação Visual: Radiográfico

Fotos da Arte e de Divulgação: Leo Aversa
Assessoria de Imprensa: Bianca Senna e Paula Catunda
Mídias Sociais: Léo Ladeira
Direção de Produção: Ana Paula Abreu e Renata Blasi
Produção Executiva: Viviani Rayes
Assistente de Produção: Pedro Pedruzzi
Coordenação Leis de Incentivo: Estufa de Ideias
Parcerias Estratégicas: Glória Dinniz e Bruno Paiva
Produção: Diálogo da Arte Produções Culturais

Livre